quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Quem vê cara ... Carla Rocha Matos

video



Olhar através e encontrar
O sol luzindo no interior
Não, não
Não vou me enganar
Não, não
Não só vou enxergar
Vou desvendar seu mundo bem maior
" A boca fala do que está cheio o coração"
Sinto o universo da beleza da alma
Quem é mais lindo do que o mais singelo Cristão
Que ama sereno o rosto frágil do irmão
Sim, sim
Quero enxergar
Com os olhos da alma
Sim, sim
Quero sentir a pureza do olhar
Sim, sim
Preciso provar da boa palavra
E ver o amor onde ele está
Ver o amor onde ele quer estar

(Texto)
E de Deus nós temos o sim e o amém
Ele derrama a medida de seu espírito na nossa sede


Carla Rocha Matos

sábado, 29 de outubro de 2011

Ainda dá tempo por Carla Rocha Matos

video

Tenho tempo de conquistar
Minha morada nos céus
Compreender quem não sabe amar
E erguer quem quer levantar
Ainda dá tempo de perceber a minha sorte
Ainda dá tempo de saber que o fim não é a morte
Tenho tempo de semear
A boa palavra em todo lugar
Em alta voz poder cantar
A canção colhida do altar
Ainda dá tempo de sentir o perfume dessas flores
Ainda dá tempo de esquecer todas as dores
Tenho tempo de conquistar
minha morada nos céus
a morada eterna.

Carla Rocha Matos

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

O FREI PARADOXAL

AMIGOS DO MEU BLOG, O SEGUNDO,O TERCEIRO E O QUARTO POEMA FAZEM PARTE DE UMA PEÇA QUE ESTOU ESCREVENDO(O FREI PARADOXAL).POR ISSO O EU LÍRICO ESTÁ NO MASCULINO.BEIJOS.ATÉ MAIS.

domingo, 23 de outubro de 2011

DIVERSIDADE
DIVERSO É O VERSO
QUE SOMOS A ENSAIAR
BRANCO ,PRETO,MESCLADO E INDIO
SOMOS HUMANOS QUERENDO ALCANÇAR
ORA  SONHANDO O QUE JULGAM DELÍRIO
ORA REALIZANDO O QUE JULGAM SONHAR
DIVERSO É O VERSO
QUE SOMOS AO AMAR
TRAÇOS TORTOS OU RETOS
O IMPORTANTE É O VERBO
QUE PRECISAMOS ENCARNAR
DIVERSO É O VERSO
TRAZENDO A ALMA EM REVERSO
INVERTENDO FALSOS RUMORES
TRANSFORMANDO AMADORES
EM GRANDES ATORES
NO ATO DE VIVER NÃO DE FINGIR
DE SERMOS VÁRIOS EM UM
DE SERMOS UM PARA TODOS
DIVERSO É O VERSO
UM SÓ NÃO
MAS MUITOS
DO TEMPO CUJA A MEMÓRIA
GUARDA OS FEITIOS
E ESQUECE A APATIA
DO TEMPO CUJA MEMÓRIA
LEMBRA QUE SOMOS DO CÉU
E GUARDA AQUELE QUE DE AMOR ARDA
POR ISSO QUE SEJAMOS
AS APAIXONANTES PALAVRAS
AS ALMAS LATEJANTES
OS ABRAÇOS QUE NÃO DORMEM
OS DELIRANTES SUSPIROS  EM NÓS ESTEJAM
E A QUENTURA AFASTE A FRIEZA DO SOLITÁRIO OLHAR
SIM PRECISAMOS DE TODOS            
PARA AFAGARMOS CORAÇÕES QUE PASSAM A CONHECER
POIS VERDADE É FALAR SOBRE A FARTURA DA ALMA
E SABER QUE SOMOS COMO VERSOS
DIVERSOS.
CARLA ROCHA MATOS








E por tal sofrimento sangrento e mortal, largo-me das riquezas,e largo-me nas riquezas,pois não tendo eu matéria alguma,nem mesmo a roupa em que visto,faço das sandálias que não tenho,apenas uma linha entre os meus pés e o mundo que pertence aos meus pés.Sendo então estas sandálias não minhas,sou pelado e descalço a atmosfera são minhas vestes e o mundo minhas sandálias.

Carla Rocha Matos




Mestre óh mestre,quanto mais vejo suas chagas e seu sofrimento,percebo,que  os que sofrem é que são fortes,e diante de sua fragilidade que despistes de poder é que tenho mais força,e sabe porque?Quando o ser consegue se despir de seu poder e encarar sua fragilidade,é aí que se encontra a si mesmo longe de qualquer ilusão do que não é,surge a verdadeira força,aquela que não é covarde.

carla rocha matos.
Pois aquele que busca luz,conheça a escuridão,pois porque tal luz só deve existir para iluminar a escuridão,e como conhecerás a luz,se não sabes o que é não te-la,já que não se pode tocá-la,como a conhecerás sem a escuridão.


Carla Rocha Matos